©  2017 por Centro de Desenvolvimento Casulo.

Rua Dom Jorge de Menezes, 1049 - Centro - Vila Velha/ES

Tel: 027-3020.8132

  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • White Google+ Icon

027-99807.5187

Neuropsicologia e Reabilitação Cognitiva

A especialidade

A Neuropsicologia é a ciência que estuda a relação entre cognição, comportamento e a atividade do sistema nervoso central. Investiga como diferentes lesões ou problemas orgânicos causam danos nas diversas áreas cerebrais.

Auxilia no diagnóstico e tratamento médico, por meio de um perfil neuropsicológico obtido através de uma avaliação neuropsicológica. A qualificação e experiência do examinador na conduta e escolha dos instrumentos utilizados são fatores essenciais, capazes de cumprirem seus objetivos de maneira confiável.

Avaliação Neuropsicológica

A avaliação neuropsicológica é um procedimento que visa investigar as funções cognitivas, como memória, atenção, questões motoras, entre outras, buscando elucidar as queixas do paciente, além de alterações cognitivas específicas como abstração, capacidade de raciocínio, cálculo e planejamento, bem como para diagnósticos diferenciais.

São avaliações precisas e sistemáticas evidenciando o alcance e o grau do comprometimento das funções em questão.

A avaliação geralmente é solicitada pelo profissional de saúde que acompanha o paciente mediante queixas como:

 

- Lapsos de memória;

- Diagnóstico diferencial entre humor ou comportamento e transtorno neurocognitivo;

- Problemas motores como doença de Parkinson;

- Traumatismo cranioencefálico;

- Acidente Vascular Cerebral;

- Epilepsia, entre outras.

 

A avaliação neuropsicológica pode variar de acordo com a necessidade de cada pessoa. Em geral, são necessários alguns encontros de 1 hora, incluindo uma entrevista e aplicação de testes psicológicas em função da necessidade da investigação. Após a finalização do processo de testes, o caso poderá ser discutido com o médico solicitante e entregue um relatório com os resultados coletados.

O relatório, de forma geral poderá constituir-se de informações que possibilitem correlacioná-los com demais testes laboratoriais e de neuroimagem colaborando para o diagnóstico médico.

 

Reabilitação ou treino cognitivo

Programas de reabilitação são direcionados para redução das dificuldades rotineiras e maior participação das atividades de vida diária, por meio de exercícios para estimulação das funções cognitivas preservadas ou parcialmente preservadas. Sendo assim, é de fundamental importância para uma melhor programação, ter sido realizada a avaliação neuropsicológica previamente.

Tais atividades são baseadas em modelos teóricos da neuropsicologia cognitiva direcionadas às sequelas emocional, social e cognitiva, causadas pelos danos cerebrais.

O programa de reabilitação é baseado em critério de metas a serem atingidas sendo abordados tanto aspectos cognitivos como emocionais.

Como principais objetivos, destacam-se:

 

- Envolvimento ativo do paciente a fim de identificar soluções para as principais dificuldades – sejam cognitivas, funcionais, sociais ou emocionais;

- Orientação familiar: apoio psicológico e orientação ao paciente;

- Assistência na adaptação de suas rotinas;

- Manejo para lidar com os problemas do dia-a-dia, alterações psicológicas e de comportamento;

- Melhora do declínio cognitivo através de atividades didáticas.

 

Etapa 1: Estabelecimento de metas de médio e longo prazo e revisadas periodicamente

Etapa 2: Programação - sessões de 50 minuntos semanais

 

Atividades psicoeducativas

O neuropsicólogo pode ter uma importante contribuição à medida que através do conhecimento emocional, cognitivo e das atividades do sistema nervoso, possibilite treinos adequados, visando um aprendizado que possa ser utilizado em demais situações do seu dia-a-dia, bem como orientações aos cuidadores e familiares.